quarta-feira, 2 de agosto de 2006

O que queremos dizer e não conseguimos!!!

Alguém, não há muito tempo, me disse... "Eu gostava de conseguir dizer o quanto gosto das pessoas que me rodeiam, mas não consigo!" (ok... já estava com um copinho a mais.. mas disse com sentimento).

Eu acho que muita gente já sentiu vontade de dizer a alguém: Gosto de ti, do fundo do coração! não passo sem ti! ás vezes reclamo e digo que não, bato o pé e faço cara feira! mas eu não imagino a minha vida sem TI!!

Senti nessa altura (quando a pessoa me dizia isso, e já senti várias vezes... basta pensar nas pessoas de quem realmente gostamos!) que existem pessoas, que mesmo que ás vezes não pareça, são essenciais na minha vida, não imagino a vida sem elas... e que realmente lhes devia dizer isso!

Bom... o meu blog está a ficar lamechas.... bolas! mas acho que às vezes também é preciso...

Sabe bem ouvir, se sabe bem ouvir, alguém tem que o dizer... portanto porque não?! pode ser que tenhamos uma agradável surpresa...

5 comentários:

Anónimo disse...

.....me again....
pois....., 1 destes dias, disse-o, do fundo do coração a uma amiga, consegui dizer, mas sem contudo sentir uma tremenda emoção, que (e aos homes isso é vedado, aos verdadeiros!) senti leves lágrimas a afluirem-me aos olhos...
Pessoal, tentem dizer, sem receios, o que sentem, porque talvez sejam maravilhados com respostas ainda melhores do que esperam! lamechas!! claro que não!!!! vida real!! mainada!

Andreia disse...

Quem proferiu essas sábias palavras foi a minha pessoa, mas eu não estava com copinho a mais, eu bebi apenas um martini cheio de gelo e mal aviado (uma vez que estava antibiótico não bebei mais nada a noite inteira para além de água) naquela festa da costa. Lembro-me perfeitamente de dizer isso qdo estavamos sentadas lá no canto do bar.
Estou indignada, pa proxima afogo-me no alcool, já que fikei com a fama tb quero o proveito.

bjs

csc disse...

lol.... é verdade prima, não estavas com um copinho a mais, estava a brincar contigo!

Ainda bem que te lembras, para mim significou muito as tuas palavras!

bjs

Paula disse...

Somos todos uns lamechas, não conseguimos dizer às pessoas que gostamos, quando digo gostamos, pode ser um amigo, mãe, pai, irmão e até cão (ao cão até digo) que realmente gostamos delas e que sem elas não eramos iguais, não teriamos a mesma vida (porque fazem parte de nós)etc... Mas gostamos de ouvir os nossos amigos, mãe, pai, irmão, cão, que nos adoram. Até que digam "gosto que sejas assim e não assado", até levamos na altura como uma critica, mas uma critica construtiva, não é para o nosso mal, aliás se nos querem bem, só nos vai ajudar. Eu só queria realmente dizer que fazes parte da minha vida, como amiga, companheira para a brincadeira (de vez em quando pros copos,e para choradeira), e não sei o que dizer mais, porque no meio destas palavras recebi um telefonema do assunto que sabes e fiquei muito down. E estou de saida porque vou dar apoio ao meu maninho, porque acreditem só quem passa por elas é que sabe... falo por experiência própria.

csc disse...

paula, faço das tuas palavras minhas, tens sido realmente uma companheira amiga nos bons e maus momentos, és excelente! Ainda bem que fazes parte da minha vida!

em relação ao teu maninho.... força ai!eu sei que custa e muito ver quem nós gostamos sofrer, mas força! para ti e para ele, e se precisares ... já sabes!